sexta-feira, 28 de maio de 2010

Admirador secreto

Desde que estudo piano, ensaio várias vezes ao dia, mais ou  menos umas duas horas e meia. Começo às 7  da manhã por meia hora Acho ótimo iniciar a manhã com música. E lá se vai mais de um ano nesta rotina.  A segunda feira amanheceu chuvosa e fria, e quando Mariângela retornou da escola trouxe um bilhete anônimo encontrado na nossa caixa de correio. "Gostamos de sua música às 7 horas da manhã " A mensagem ficou dúbia. Poderia ser alguém ironizando com o piano mal-tocado atravancando o sossego de algum vizinho. Tenho auto-critica suficiente para saber que o que toco está mais para horrorizar do que sensibilizar algum passante.
Hoje pela manhã , na hora do café, após meus exercícios no piano, Mariângela trouxe mais  este bilhete:
De fato, tem gente escutando e apreciando meu dedilhado das manhãs . Se fosse um elogio pelas minhas cerâmicas até entenderia, pois já fazem 20 anos que estou chafurdando na lama e se não fosse elogiado pela qualidade do trabalho pelo menos seria pela teimosia e dedicação. Mas o piano, este está longe de colher merecidos elogios, talvez sim  pela persistência, estudo muito para avançar alguns milímetros.
Me  pergunto o que move uma pessoa a escrever um bilhete de incentivo  e porquê anônimo?
Amanhã quando eu andar pela rua todos que eu encontrar serão suspeitos. É a paranóia do bem. Acho que eu não quero saber quem é o autor assim posso fantasiar a vontade.

6 comentários:

Neide Rigo disse...

Que ótimo, Rui. A primeira pista ela já deu: é médico.
beijos, N

Marcia H disse...

Minha vizinha toca piano. Adoro quando ela toca aos domingos, bem cedinho. O dia fica mais leve, como se as notas passassem todo o tempo voando nas nossas mentes.
Continue tocando e ajudando o mundo a ser mais feliz!
Como diz Caetano: Como é bom poder tocar um instrumento.

Helena disse...

Boa noite.
Cheguei no teu blog porque vi umas canecas muito bonitas no blog "Come-se". Para minha grata surpresa, estamos na mesma cidade. Onde teus produtos são vendidos??

Abraço,
Helena Lima

falando sério disse...

rui,será que o suspeito(a) não tem problemas de audição?...

falando sério disse...

o logotipo da abbot pode ser uma pista

Rui disse...

Helena.
Faço parte do Brique da redenção aos domigos. Fico em frente da confeitaria Maomé, Box 37
Abraços
Rui